EcoPower
Painéis solares fotovoltaicos funcionam no frio?

Painéis solares fotovoltaicos funcionam no frio?

Com a chegada de uma forte massa de ar polar em todo o Brasil, nesta semana, fica a dúvida: os painéis solares fotovoltaicos funcionam no frio?

A resposta é sim. Apesar das quedas bruscas de temperaturas, se o céu estiver limpo, haverá radiação solar – e são os raios do Sol, não o calor, que fazem as células fotovoltaicas, que compõem os painéis solares fotovoltaicos, gerarem energia elétrica. Entenda, a seguir, como tudo funciona.

Sol

O Sol é a principal estrela do nosso sistema. Ele é composto, basicamente, pelos gases Hélio (He) e Hidrogênio (H) que se chocam em altas velocidades e dão origem ao espectro solar.

Tal fenômeno faz com que sejam produzidas ondas eletromagnéticas de diversos comprimentos. Algumas dessas ondas são visíveis a olho nu e formam a luz solar.

Ao chegar à nossa atmosfera, porém, parte do espectro solar se perde. Estima-se que apenas 51% da radiação solar seja realmente absorvida como fonte de energia no planeta Terra. Essa radiação pode incidir nos painéis solares fotovoltaicos de diferentes formas:

  • Radiação solar difusa, que é aquela espalhada pela abóboda celeste;
  • Radiação solar direta, que é aquela que incide diretamente sobre os painéis;
  • E radiação solar de albedo, que é aquela refletida em objetos, como rochas, plantas e construções.

Quanto maior a radiação solar, maior a eficiência energética. E, curiosamente, quanto menor a temperatura, maior a eficiência também.

Isso porque a transformação da radiação solar em energia elétrica ocorre por meio das células fotovoltaicas – componentes feitos de silício (Si). E o silício é um material semicondutor, que perde eficiência em altas temperaturas.

Portanto, em um dia ensolarado, ainda que os termômetros marquem baixas temperaturas, o sistema de energia solar fotovoltaica vai funcionar muito bem.

Neve e geada

Assim como o sombreamento, qualquer tipo de sujeira pode prejudicar a eficiência energética das células fotovoltaicas e, consequentemente, dos painéis solares fotovoltaicos.

Dessa forma, se houver neve ou geada em sua região, os painéis podem ficar totalmente ou parcialmente encobertos. Enquanto o gelo não derreter, não haverá produção de energia – a menos que os resíduos sejam removidos.

Vendaval e granizo

Via de regra, os painéis solares fotovoltaicos são projetados para suportar condições climáticas extremas e passam por testes rigorosos de qualidade.

Porém, dependendo da velocidade que os vendavais ou as chuvas de granizo atingirem, podem surgir avarias nesses objetos, como as microfissuras e até mesmo os trincos.

Para garantir total segurança, sugerimos contratar um seguro específico para essa finalidade.

Inverno

Alguns clientes podem notar certa redução na eficiência energética de seus sistemas de energia solar fotovoltaica no Inverno.

Porém, essa diminuição da geração de energia elétrica não está ligada às baixas temperaturas e, sim, à posição do Sol nessa época do ano, que encurta as horas do dia.

Dias nublados também podem prejudicar sua produção de energia elétrica.

Frente fria histórica

Um raro evento de frio intenso durante o Outono tem chamado a atenção em todo o Brasil desde o último dia 15. Segundo meteorologistas, as baixas temperaturas devem perdurar até o fim de maio.

A explicação para as quedas bruscas nos termômetros de todo o País é o avanço de uma massa de ar polar, combinada à umidade elevada e à presença de um ciclone extratropical.

Algumas cidades do Sul já registraram os primeiros casos do ano de chuva congelada e neve. A friagem também atinge as regiões Sudeste, Centro-Oeste e até mesmo Norte, onde as temperaturas têm chegado a 10 graus Celsius.

Torne-se um(a) franqueado(a)!

Quer abrir uma franquia da EcoPower? Clique aqui e preencha o formulário. Em breve, nossa equipe entrará em contato com você para explicar todos os detalhes.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.